close

Gerenciar a comunicação é fundamental para o sucesso de qualquer organização. Para as igrejas é ainda mais importante, afinal são construídas com base na confiança e nas doações de seus membros. 

As pessoas envolvidas no ministério têm interesse nos projetos da igreja e no impacto deles na sociedade. 

O papel da comunicação da igreja é compartilhar informações de forma ativa para manter funcionários, voluntários e membros informados e engajados. No entanto, você precisará de um processo para comunicar informações de fato importantes aos membros e doadores. 

Confira 6 dicas para organizar o fluxo de informações de uma igreja.

1. Crie um fluxo de comunicação

A comunicação dentro da igreja precisa ter processos devidamente estruturados para que não haja ruídos entre ministérios e setores. Para que as informações sejam passadas com eficiência para todos é importante que os líderes se atentem ao fluxo de comunicação adotado, ou seja, a forma com que os dados são passados para todos os setores da igreja.

Preocupar-se com a comunicação é importante porque por meio dela é possível definir a forma com que as informações irão chegar a cada grupo e ministério, sejam eles pastores ou membros. Além disso, ao ter esse cuidado, a comunicação evita o ruído de informações. 

2. Padronize a comunicação com ambientes internos e externos

Um dos primeiros passos rumo à organização do fluxo de informações é a padronização da comunicação. Isso significa criar rotinas, definir meios, estabelecer o que pode o que não pode ser comunicado, conhecer os grupos de interesse da igreja, caprichar nos conteúdos etc.

Por exemplo, ao criar um evento será preciso criar materiais e um calendário de divulgação, para isso a equipe de comunicação precisa, por exemplo, de uma reunião com os organizadores do evento para definir os detalhes e as ações para que o evento seja um sucesso. 

Da mesma forma, é preciso avaliar como a imagem da igreja será retratada para comunidade local. Por quais meios os membros e visitantes entrarão em contato? Como serão atendidos? Que informações podem ser passadas a eles? Ao adiantar essas informações, é possível controlar os discursos, tornar os processos mais eficientes, além de evitar ruídos que possam prejudicar o andamento do ministério. 

3. Utilize as ferramentas tecnológicas adequadas

Outra parte crucial para criar um fluxo de comunicação eficiente é a escolha de um sistema por onde essas informações vão circular também é crucial para o sucesso do fluxo.

Com um bom sistema de gestão integrado é possível criar fluxos automatizados de transmissão de dados entre grupos, ministérios, etc. Uma solução de comunicação interna para igrejas pode ajudar a fazer dos dados insumos para melhorias do relacionamento com o ministério, e assim por diante.

Já é comum nas empresas e organizações o investimento em análise de dados. Nas igrejas, o uso de um sistema de gestão integrado pode gerar um grande volume de dados capaz de gerar insights importantes para liderança. 

4. Defina canais eficientes para comunicação

Sabemos que a igreja tem um grande fluxo de informações, por isso é muito importante também controlar os canais de comunicação. 

Hoje com as redes sociais, Facebook, Instagram e Whatsapp, a equipe pode pensar que está se comunicando bem com os membros, quando na verdade só está lotando seus celulares com milhares de notificações. Isso porque cada rede social tem seu objetivo e nem sempre é o melhor canal de comunicação para a igreja.

A qualidade e quantidade de informações recebidas pelos membros e equipe do ministério também precisa ser observada, o ideal é criar um canal próprio de comunicação. 

Um aplicativo para igreja é a melhor opção, além de centralizar todas as informações do ministério em um único canal, você poderá personalizar e segmentar as mensagens enviadas. Assim, sua igreja terá total controle sobre o envio de informações.

5. Tome cuidado com a segurança 

Atualmente, uma das grandes preocupações das instituições é a integridade e a confiabilidade das informações. Na mesma medida em que a tecnologia se desenvolve, cresce o número de fraudes, especialmente no ambiente online.

Assim, é essencial que a igreja se estruture para garantir que os dados dos membros e colaboradores estejam protegidos contra ataques de hackers. 

Leia também: Segurança de Dados nas Igrejas: Sua igreja está segura de hackers e vazamentos de dados?

6. Promova engajamento entre os membros 

Quem cria, capta e move as informações organizacionais são voluntários e membros ativos do ministério. É muito importante que eles enxerguem o fluxo de comunicação como uma parte essencial do ministério. Isso porque os membros que conhecem o propósito e ações da igreja são:

  • Mais ativos nas ofertas e dízimos
  • Vão mais aos cultos e eventos
  • Têm certeza da transparência e compromisso da igreja com a comunidade

Por isso, é imprescindível que a igreja seja instruída a utilizar os canais de comunicação escolhidos pelo ministério. 

Gostou das dicas de hoje? Comente o que a sua igreja faz para se manter conectada aos membros abaixo! 

– > Aplicativo para Igreja: 8 formas de aproveitar ao máximo seu aplicativo Prover 

– > Como os aplicativos estão transformando a dinâmica das igrejas?

– > 4 dicas incríveis para criar oportunidades de voluntariado na sua igreja

Receba artigos e materiais gratuitos

Cadastre seu e-mail e receba dicas e artigos para te ajudar a gerenciar seu ministério de forma simples e 100% online.